Home

Dicas de Saúde - Efeito Sanfona

Cuidado com as dietas milagrosas.

Hoje existem na mídia inúmeras dietas, seja da sopa, da Lua, á base de proteínas, dos pontos, enfim, todas prometem a perda de peso rápido. Por outro lado, nenhuma garante a manutenção dele por muito tempo. A maioria são dietas sem base científica, que surtem efeitos temporários e com probabilidade de causar sérios danos à saúde.

Dietas consideradas milagrosas, geralmente, restringem alimentos essenciais ao funcionamento do organismo. Sujeita as tentações do dia-a-dia, a pessoa pode engordar tudo novamente ou mais, em um tempo menor que levou para emagrecer. Assim caracteriza-se o “efeito sanfona”, também conhecido por “iôiô”.

Para entender como isso acontece precisamos voltar a nossa infância. É nessa fase que formamos as células de gordura que teremos pelo o resto da vida. Quando comemos muito e mal, essas células incham e se dividem, multiplicando a quantidade e o tamanho.

Sob o efeito de dietas, essas células não são eliminadas, apenas encolhem de tamanho, murcham. O cérebro entende esse encolhimento como uma ameaça ao organismo e que precisa queimar menos energia, assim, o metabolismo torna-se mais lento. A todo custo o cérebro tenta recuperar as células de gordura que já havia adquirido.

Dietas muito restritivas, que proíbem alimentos essenciais a nossa subsistência, podem surtir efeito em curto prazo, mas, além de ser difícil mantê-las, representam um perigo à saúde. Dessa maneira que surge o efeito sanfona, o cérebro tende a manter o maior peso que o corpo já adquiriu e na primeira oportunidade tenta absorver todas as gorduras necessárias.

Emagrecer muito rápido pode parecer maravilhoso, mas o “engorda-emagrece” conseqüente dessas dietas é ainda mais perigoso do que estar acima do peso. O cérebro leva um tempo para se acostumar com a quantidade de gordura reduzida no corpo e é esse tempo que vai determinar se irá continuar “magro” ou ganhará mais quilos do que já perdeu.

Por isso, o ideal é que se coma de tudo em pequenas quantidades e várias vezes ao dia. O cérebro precisa de um tempo para se acostumar ao peso. O controle de apetite e a sensação de saciedade são monitorados pelo cérebro através de hormônios que variam de pessoa para pessoa. Mastigar bem os alimentos antes de engolí-los, dará tempo ao sistema nervoso para processar a quantidade ingerida como satisfatória. Aqui vão algumas dicas para tornar a dieta mais saudável:

  • Nunca se arrisque em dietas que prometem perder muitos quilos em pouco tempo;
  • Adote uma alimentação saudável, baseada em verduras, legumes e frutas;
  • Procure substituir os alimentos, por equivalentes. Por exemplo: carne vermelha, por frango ou peixe. Frituras por grelhados;
  • Evite frituras e alimentos muito gordurosos;
  • Exercite-se, comece pela caminhada. Atividades físicas ajudam no metabolismo e na queima de gorduras.

Ao adotar uma vida mais saudável, você emagrecerá mais devagar e, certamente, se livrará dos quilinhos para sempre.

 

Rua Leonor Calmon 256 - Centro Médico Christian Barnard, loja 30 térreo - Cidade Jardim
CEP: 40.240-620 - Salvador - Bahia. Tel - 3451-0200/0404/5037 - 3014-9650